Anúncios
Esportes

Direção do Grêmio – Quer ir para a Série B?

Na Zero Hora de hoje saiu a notícia de que, até agosto, a Direção do Grêmio não pretende contratar nenhum jogador de grande expressão. Por “grande expressão” entenda-se algum jogador que seja reconhecido, ao menos, por alguma qualidade técnica.

Krieger, para justificar esta falta de iniciativa, diz que é impossível tirar jogadores de clubes como Palmeiras e São Paulo. Interessante, tendo em vista que logo após o Grêmio perder para o Atlético-GO, especulou-se que Hugo estaria voltando. O Grêmio não quis, de acordo com o presidente do São Paulo Juvenal Juvêncio. Vejamos algumas das notícias que veicularam na mídia sobre a possível volta de Hugo:

28/03/2008 Hugo já queria sair, explica Muricy

-Fizeram um barulho enorme por causa disso. Ele está pedindo para sair há algum tempo e o clube está deixando. Ele é um profissional correto, mas está querendo voltar para o Sul, a esposa é de lá. Quando não está contente tem que sair – resume o treinador.”

01/04/2008 Muricy confirma liberação de Hugo

– Conversamos com ele e eu disse que eu o liberaria para negociar com outro time, porque ele já não está mais feliz aqui. O Hugo até me agradeceu, porque disse que agindo assim eu o estaria ajudando. Mas ele tem um potencial enorme, é uma pena que não tenha dado certo

E, por fim, dia 18/04 Juvenal Juvêncio falou sobre a permanência de Hugo:

– Hugo foi afastado porque não estava feliz. Jogador que não tem alegria não joga. Ele queria ir para o Sul (o Grêmio tinha interesse), porque a mulher dele estava grávida. Ele pediu para sair, só que nada do ele estava esperando deu certo.

O São Paulo, conta o presidente, ficou esperando propostas. Mas elas não apareceram…

– O Grêmio não veio e nem o time da Coréia que ele estava esperando. Acho que a ficha dele caiu e ele mudou de idéia, passou a treinar bem. O Milton (Cruz, auxiliar técnico) disse que ele estava treinando com vontade e eu falei “bota ele para viajar pro Chile”. Foi isso o que aconteceu.

————————————————————————————-

O “Grêmio não veio”. Graças à inércia da direção gremista Hugo não foi contratado. Está mais do que claro que o atleta é considerado um estorvo no São Paulo, alguém que dificilmente será aproveitado e que, aparentemente, só ocupa lugar no grupo. No atual elenco do Grêmio, Hugo seria de grande valia. Mas a direção gremista não quis.

Além disso, Tcheco e Saja estavam se oferecendo para vir jogar aqui. Como se não bastasse terem formado um grupo medíocre, de jogadores sem qualidade e sem carisma, a direção do Grêmio ainda se dá ao luxo de negar a vinda destes dois atletas. Segundo Krieger “Tcheco não seria aproveitado” e “nós já temos um goleiro”. Ora, qualquer pessoa que entenda o mínimo de futebol sabe que em um grupo ridículo como esse do Grêmio um jogador como Tcheco seria um sopro de inteligência e visão de jogo em campo (ao lado de Roger que, certamente, se sentiria aliviado de ser não ser mais a única cabeça pensante do time). Ainda, qualquer criança que goste de futebol sabe que um clube de nível não tem apenas um goleiro.

Tcheco e Saja viriam, provavelmente, apenas pelo salário. Mas a direção não quer. A direção diz que não pode comprometer as finanças e o torcedor, irritado e frustrado, ainda tem que ouvir declarações como esta, de Celso Roth:

“-A torcida está frustradíssima com tudo e com todos, mas seria uma irresponsabilidade fazer qualquer coisa que atentasse contra o equilíbrio financeiro da instituição.”

Esse tipo de declaração além de irritar, ofende a inteligência do torcedor. Então trazer jogadores como Tcheco e Saja seria atentar contra o “equilíbrio financeiro da instituição”? Devemos aceitar, então, que o Grêmio, ao demitir um técnico como Mancini, forçando-se a pagar um milhão de multa ao mesmo, não é algo que comprometa as finanças? Devemos aceitar que trazer jogadores que não atuam há mais de 5 meses não é uma atitude temerária? Que formar um time de atletas fracos e trazer (e MANTER)um técnico reconhecidamente fracassado, o que culminou em não só uma, mas DUAS desclassificações, que fizeram com que o Grêmio deixasse de faturar R$6 milhões, nada disso é atitude irresponsável? São todas atitudes de direção competente, que sabe o que faz?

Faz-me rir. A direção do Grêmio vem, dia após dia, tomando atitudes irreponsáveis. Estas atitudes irresponsáveis desmotivam a torcida. Um torcida desmotivada significa perda de sócios, perda de movimento no Olímpico e, conseqüentemente, perda de renda para o clube. Entendo que se pense com comedimento. Porém, a direção gremista não pensa com comedimento: a direção gremista pensa pequeno. Sob a desculpa de estar controlando os gastos o Grêmio gasta com jogadores medíocres e gasta com um técnico medíocre. Conseqüentemente, gasta e não ganha nada em troca, tendo em vista que é um dinheiro claramente “jogado fora”, em um grupo totalmente sem capacidade de dar retorno. Muito diferente de quando se investe em jogadores que são aparentemente “mais caros”, mas são capazes de fazer o clube andar pra frente, conquistando títulos e motivando a torcida.

Ao prometer reforços apenas a partir de agosto a diretoria do Grêmio praticamente admite que o objetivo doclube será apenas lutar para não cair. E olhe lá. Trata-se de um time sem técnico, sem fibra e sem carisma, incapaz de motivar a torcida. Torcida esta que, nos últimos anos, era o 12º jogador, levando, ao lado de Mano Menezes e de um grupo de jogadores totalmente comprometido, o Grêmio à conquistas inimagináveis, tendo em vista que em 2005 vivia o inferno da série B. Sem a torcida, sem jogadores capazes e sem uma direção que entenda o que o Grêmio precisa. Mas com Roth, com um grupo de jogadores fraco e com uma direção que parece perdida . Alguém arrisca dizer aonde isso vai chegar?

Ps. este blog avisou o que estava por vir:

Grêmio 2007 – O fim de uma ilusão

Grêmio 2007 – Quem veio já foi

Grêmio 2007 – Atualizado

Grêmio – Gratidão forçada

Pelaipe e o treinador

Sandro Goiano e William: o desrespeito confirmado

Que atitude rasteira, Pelaipe

Que atitude rasteira, parte II

Vagner Mancini sai do Grêmio

Pergunta ao Paulo Pelaipe

Celso Roth, o perfil de treinador que Paulo Pelaipe queria

Grêmio – Verdades, Mentiras e desculpas esfarrapadas

Krieger e a Série B

Anúncios

Discussão

3 comentários sobre “Direção do Grêmio – Quer ir para a Série B?

  1. Mais um ótimo texto. Lendo-o, já retorna toda minha indignação junto a essa direção.
    Mas infelizmente nos encontramos de mãos atadas com toda essa sucessão de erros da diretoria, que parece realmente querer jogar o Gremio na série B.

    Curtir

    Publicado por Thiago Tramontini | 21 de abril de 2008, 16:36
  2. Parabéns por este texto.
    por este blog, que a partir de hoje já favoritado!

    CONTINUE ASSIM!
    Abração
    Ploc

    Curtir

    Publicado por Ploc | 21 de abril de 2008, 16:38
  3. Sim, o André Krieger não tem noção das coisas ¬¬
    Só quero ver no que vai dar isso tudo.
    Tsc tsc pra ele =P

    Curtir

    Publicado por Kaka' | 22 de abril de 2008, 00:20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

Falando um pouco sobre (contra o) marketing infantil durante o #IACL , evento incrível que ocorreu na Faculdade de Direito da #UFRGS. #workinprogress #watercolor 😊 🌞🌞 #skyline 😊😊 Essa aquarela foi finalizada neste final de semana, mas sempre acho interessante lembrar dos momentos em que a tinta estava secando :) #watercolor #aquarela #gaucho #arts #art

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,276,760 visitas
%d blogueiros gostam disto: