Ecologia

SMMA/Canoas e e os animais abandonados

O site da Prefeitura de Canoas/RS noticiou no dia 03 do corrente que a SMMA notificou e multou uma loja de animais situada no Shopping Canoas pelo fato da mesma abrigar animais sem procedência, bem como determinou imediata retirada dos mesmos.

A notícia está aqui.

Á primeira vista parece que a SMMA está realizando bem sua missão, zelando pelo bem estar dos animais. No entanto, quem tem um mínimo de interesse pelo destino dos animais chamados “de rua” em Canoas/RS sabe que não é bem assim.

Minha experiência com animais abandonados me faz testemunha da omissão da SSMA em relação aos mesmos. E não sou nenhuma especialista no assunto, apenas percebo o sofrimento dos animaizinhos nas ruas.  Na primeira vez que encontrei um gatinho abandonado na rua e me vi compelida a recolhê-lo face ser um filhotinho, busquei informações sobre onde poderia entregá-lo, eis que meus cachorros não são propriamente amigos de gatos. Tomei conhecimento de que não encontraria local para abrigo do animalzinho ou encaminhamento para adoção por parte da municipalidade e que, na loja de animais do shopping, poderia ser entregue com vista a futura adoção. Ligando para a mesma me informaram que face a gatinha ser pretinha era mais difícil ser adotada, mas a receberiam assim mesmo. Resolvi eu mesma adotar a Michelle, pela qual já me afeiçoara passados dois dias de nosso encontro na rua. Conversando com amigos, vários me relataram a experiência de encontrar gatinhos nas ruas e levar ao shopping para adoção.

No mês passado presenciei um ataque de cães a uma gatinha na praça perto de minha casa. Recolhi o animalzinho e busquei informações sobre atendimento do mesmo por parte da SMMA. Não atendem, e eu tive que arcar com custo de tentativa de salvamento por parte do Hospital da Ulbra. O animalzinho morreu, mas pelo menos foi sedado, o que não ocorreria se dependesse daqueles que detém o poder  de gerir o meio ambiente.

A atitude da SMMA em relação a loja de animais é hipócrita. A loja recebia animaizinhos que estariam circulando pelas ruas e os expunha para adoção. Não é o ideal isso, talvez os bichinhos não ficassem tão comodamente instalados, mas estavam recebendo alimentação e protegidos dos ataques  de humanos e outros animais. A Secretaria que nada faz para proteger os animais ainda alardeia o fato de haver determinado sua retirada de onde estavam abrigados.

Fica a pergunta:  para onde foram levados os animais? E agora, para onde serão levados os que a população encontrar, porque a loja não recebe mais, face ter sido multada.

Saliento que não sou amiga do(a) proprietário(a) da loja de animais, sequer sua freguesa, eis que compro o alimento de meus 4 gatos ( todos encontrados nas ruas) em outro estabelecimento que atende melhor minhas exigências, mas era muito bom saber que havia um lugar onde as pessoas poderiam  entregar bichinhos que encontrassem.

A SMMA deve fiscalizar as lojas de animais, deve autuar e punir o que estiver irregular, mas isso é o mais fácil. Espera-se de uma Secretaria com a estrutura de que dispõe a SMMA uma política de enfrentamernto do problema que representam os animais abandonados, sem que isso implique em sua pura e simples eliminação. Se uma lojinha de animais podia acolher e disponibilizar para adoção dezenas de animais a cada mês, o ente público também poderia fazê-lo. Talvez falte a chamada ” vontade política”.

 

Sobre Miss Lou Lou

Estudante de Direito. Gosto de música, seriados,tênis e de gatos.

Discussão

7 comentários sobre “SMMA/Canoas e e os animais abandonados

  1. Pois considero que este problema se resolveria se a PMC através da SMMA marcasse (como se marca o gado) e cadastrasse todos os animais domésticos. Assim, ao ser encontrado um animal se poderia identificar o dono, devolvendo-o, ou responsabilizando-o pelo abandono ou ainda, obrigando-o a custear o sustento do animal se outra pessoa se dispusesse a cuidar dele. O problema é que gatos fogem facilmente e é difícil controlar. Mas, os cães na rua são um verdadeiro perigo. Quando adotados por moradores que os alimentam e tratam sem recolhê-los, eles acabam permanecendo próximo, sentindo-se “donos do território” e às vezes atacando quem passa, causando risco a carteiros, entregadores de jornal e lixeiros. Dia desses deparei-me com um desses “adotados” mas mantidos na rua, deitado em frente ao meu portão e causando-me dificuldade de entrar. E isso é o cúmulo, sem contar que fazem arruaça pela rua sem deixar a gente dormir.

    Curtir

    Publicado por Nélsinês | 8 de fevereiro de 2011, 16:07
  2. Concordo plenamente,em relação aos cachorros “adotados” na rua.Hoje mesmo presenciei um acidente,o rapaz ficou ferido,a moto destruida,e a preocupação da “mãe adotiva do cachorro de rua”era sómente o animal.Está ficando difícil dormir e transitar na rua Eng. Kindler devido a pessoas que alimentam , mas não prendem os cães em seus pátios.O ideal seria a Vigilância Sanitária recolher os mesmos,antes que causem mais estragos.

    Curtir

    Publicado por angela | 20 de março de 2011, 23:55
  3. Concordo plenamente, recolhi uma cachorrinha de rua que estava grávida e foi abandonada ou já vivia na rua, ela deu 5 filhotes, os quais alimentei, dei rémedios para vermes,etc… já estou a 2 meses procurando um local que os acolha para futura adoção, já oferci para várias pessoas, consegui doar apenas01, tenho tenho como ficar pois disponho de pouco espaço.. e já tenho outro cachorro muito grande e de poucos amigos.Liguei para a prefeitura 2x e a resposta foi a mesma: não podem fazer nada… perguntei então o que fazer com os animais… larga-los na rua ? Não deram resposta nenhuma. Fica aqui a minha indignação pelo descaso com os nossos irmãos animais, que sentem fome, frio, alegria, daudade, tristeza…

    Curtir

    Publicado por jaqueline | 22 de setembro de 2011, 20:24
  4. é mt triste tanto o descaso das pessoas que largam os animais na rua como a nossa prefeitura, que deveria castrar mais animais sem tanta burocracia, pagamos tantos impostos e quando precisamos que recolham um animal , que os trate como merecem não encontramos ninquem para ajudar, estou muito triste com essa realidade, ainda sem ajudar em quase nada fica botando empecilho em quem não pensa apenas em lucro.Esse vai ser um dos pontos que vai contar muito na hora de dar meu voto! Criaram aquele local na boqueirão que apenas castra,e ainda é cheio de coisa para consequir, era cheio de promessas e acabou nisso. Mas vendo tanta gente esperando até um ano ou mais por um exame era quere muito que essa cambada lembre dos cães!

    Curtir

    Publicado por ivone brum | 2 de abril de 2014, 02:03
  5. Puxa vida, estou a horas tentando encontrar um numero de tel. de canoas, de algum projeto que recolhe cães abandonados das ruas e não estou encontrando nenhum, pois tem um cãozinho aqui que faz dois dias que se esconde na garagem da casa do meu sogro e está bem machucado, sinto pena mas ele está precisando de ajuda veterinária e eu não estou em condições de ajuda-lo neste momento, mas estou tentando encontrar uma ajuda, mas não estou encontrando nenhum tel. que possa recolhe-lo. Se alguém puder me ajudar me passando o numero de alguma ONG que cuida desses animais enviem mensagem para luciaop@ibest.com.br. Obrigado!

    Curtir

    Publicado por Lucia | 6 de novembro de 2014, 15:47
  6. Em relação aos cachorros “adotados” na rua,as pessoas que querem ter cachorros devem levar para seus pátios e não deixar soltos na rua, está ficando difícil dormir e transitar na rua Eng. Kindler devido a esses cachorros, a Vigilância Sanitária deveria recolher os mesmos,antes que causem mais estragos. Quero ver quem ira se responsabilizar por mordidas de cachorros na rua em crianças e até adultos. QUEM PODE RESOLVER ESSE ASSUNTO?????

    Curtir

    Publicado por gislaine | 23 de setembro de 2015, 14:17
  7. Não só ali, mas tb na Rua Irmã Imeldis do Porto Belo há pelo menos 2 que avançam até em carros com janelas abertas. E na Rua Maria Isabel do trecho entre a entrada principal do Porto Belo e os trilhos há vários cachorros alguns bem grandes que ficam atravessando a rua o dia inteiro, às vezes uns perseguindo os outros e oferecendo sério risco de acidentes pois a rua é muito movimentada por ser via de acesso à BR 448. Por falar nisso, ali faltam também sinaleiras, em horários de pico quase não se consegue mais atravessar a rua.

    Curtir

    Publicado por Nelsi | 24 de setembro de 2015, 00:23

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Estatísticas do blog

  • 4.696.582 visitas
%d blogueiros gostam disto: