Anúncios
Esportes

Avalanche na Geral do Grêmio- um fato novo?

Sinceramente: com esses "parafusinhos" nem era preciso avalanche para derrubar essas grades.

Sinceramente: com esses “parafusinhos” nem era preciso avalanche para derrubar essas grades.

Desde o incidente ocorrido no jogo Grêmio x LDU, dia 30/01/2012, no qual a grade de proteção da Arena do Grêmio se esfacelou com a primeira avalanche promovida pela torcida em um jogo oficial, muito se tem falado acerca da colocação de cadeiras naquele setor do estádio.Li muitos comentários, seja na imprensa, seja nas redes sociais, imputando a culpa do ocorrido à Geral do Grêmio, defendendo a colocação de cadeiras no setor como única forma de garantir a proteção da torcida contra a avalanche.

Pus-me, então, a pensar sobre os fatos apresentados.

Primeiramente, não é demais relembrar que o setor da Geral do Grêmio na Arena foi erguido com a ciência da existência da avalanche. Desde o princípio se sabia que ali, justamente ali, ocorreria algo extraordinário. Apenas para estabelecer uma comparação, o velho Olímpico, que, mesmo sem ser especialmente preparado para essa finalidade, sobreviveu a inúmeras avalanches.

No jogo Grêmio x LDU a torcida localizada atrás do gol (composta de torcedores que, frise-se, optaram por migrar seu título de sócio justamente para aquele local) protagonizou, simplesmente, o esperado: fez avalanche tão logo saiu o gol do Grêmio. Eu, tu, o Papa Bento XVI, a OAS, enfim, todos nós sabíamos que, ocorrendo um gol do Grêmio, ato contínuo a torcida desceria os degraus da arquibancada. Não foi uma surpresa, não foi algo pelo qual o estádio (no caso, quem o projetou) não esperava. O país inteiro tinha ciência da forma de comemoração da torcida localizada atrás do gol.

Então como se explicar que a avalanche, algo previsto, esperado, enfim, algo para o qual o estádio foi especialmente planejado, fez com que as grades localizadas acima da mureta se esfacelassem logo na primeira ocorrência?

Justificativas como a inclinação dos degraus e outras tantas lidas internet afora não podem ser consideradas. O setor da Geral na Arena foi (ou deveria ter sido) minuciosamente planejado para atender a todas essas exigências específicas, a fim de garantir que a avalanche pudesse ocorrer sem que o muro a sua frente fosse abaixo logo no primeiro jogo oficial do Grêmio.

Ou, quem sabe, a Arena não foi projetada prevendo gols do Grêmio?

 Ou, talvez, não foi feita para se torcer.

Penso em um exemplo esdrúxulo, no qual  a torcida pula em comemoração e, em decorrência deste pulo, rachaduras começarem a aparecer no concreto. Qual seria a medida: impedir os torcedores de comemorar durante o gols? Colar os pés das pessoas no chão e impedi-las de celebrar uma vitória?

A questão é séria. O muro em frente à Geral não cedeu após alguns jogos. O muro, literalmente, se desmanchou logo no primeiro gol! O Olímpico tem 60 anos e sobreviveu a inúmeras avalanches, avalanches para as quais, frise-se, não foi especialmente construído e planejado. Por que a Arena, tão planejada, nova, minuciosamente estudada, não pôde suportar?

Por fim, vou me ater mais especificamente à proposta de colocação de cadeiras naquele setor. Pergunto: como ficariam os sócios que migraram para o setor da Geral? Não estou nem me referindo ao preço. Estou me referindo à totalidade de pessoas que migraram para aquele local. Sabe-se que a colocação de cadeiras fará com que a capacidade do setor diminua consideravelmente. Questiono: se a capacidade diminuir, digamos, pela metade, qual vai ser a solução para a metade que sobrar?

Quem está cuidando deste assunto deve entender que “conforto” não é sinônimo de ter uma cadeira no estádio. “Conforto” é quase sinônimo de se sentir em casa, confortável. Quem vai na Geral se sente confortável sem a presença de cadeiras. Medidas impositivas que desconsideram o espírito da torcida fazem com que um estádio seja, apenas, um estádio. Um monte de materiais e concreto formando uma construção.

Anúncios

Sobre Yassmine Uequed Pitol

Yassmine Uequed Pitol nasceu em Porto Alegre em 30 de maio de 1984. Graduada em Direito em 2011 pela Uniritter. Pós graduada em Direito do Consumidor pela Ufrgs (2014). Cursou Artes Visuais na Ufrgs.Atualmente cursa Pós Graduação em Direito Processual Civil na Uniritter e mestrado em Direito no Unilasalle. Yassmine gosta de jogar futebol e de correr. Pintora e desenhista, acompanha futebol, filmes, seriados, música e tênis. No Perspectiva Onlina, escreve sobre tudo isso e muito mais.

Discussão

3 comentários sobre “Avalanche na Geral do Grêmio- um fato novo?

  1. A coisa de tão triste tá virando piada,vejam caso do sambódromo da capital,meu tiveram 365 dias para fiscalizar e aprovar pista,com a tragédia infeliz de Santa Maria,agora em cima do laço a tolerância esta zero,coisa que concordamos,más tudo em razão da imprudência na boate em Santa Maria.Sem carnaval,sem torcer com paixão e sentimento,sem papael picado etc.Que raio de “DEMOCRACIA VIRTUAL”é esta.Queremos segurança e não extinção das poucas festas ditas populares que o povão ainda não teve amputadas do seu convívio.Mais respeito com povão e mais qualidade nas obras e nos materiais usados para não terem que depois lavar as mãos simplesmente resolvendo com medidas anti democráticas erros que não são culpa do povão!Queremos a continuação das festas!ABRÇS!

    Curtir

    Publicado por PAULO RICARDO PEREIRA SALDANHA | 8 de fevereiro de 2013, 14:04
  2. Ótimo texto.
    Aqui no Ceará proibiram agora os tradicionais Bandeirões com supostos documentos forjados na própria Federação Cearense de Futebol dias antes da verdadeira reinauguração da “arena” Castelão.

    “Um monte de materiais e concreto formando uma construção.”

    Curtir

    Publicado por Alvinegro | 7 de março de 2013, 20:02

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Capacidade da arquibancada da Arena do Grêmio precisa ser rediscutida | PERSPECTIVA ONLINE - 28 de outubro de 2015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Estatísticas do blog

  • 4.636.385 visitas
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: