Esportes

A chegada de Cristian Rodriguez na visão de um torcedor

O Blog Perspectiva abre espaço para o colaborador Victor Roberto dos Reis, que esteve presente na manhã desta terça-feira na chegada de Cristian Rodriguez a Porto Alegre. Aqui ele nos fornece relato pessoal e uma visão particular do desembarque do jogador.

Victor Roberto dos Reis

Terça-feira, 10 de março de 2015. Desde o momento em que acordei o espírito era este: usar azul, preto e branco e recepcionar a maior contratação do Grêmio em muitos anos, Cristian Rodríguez, técnico e habilidoso meio-campista uruguaio. Vesti minha camiseta, comi qualquer coisa e me dirigi ao trensurb.

Desde o momento em que ingressei na Estação Canoas pude reparar que não era um dia qualquer. O local estava repleto de torcedores do Grêmio que, imbuídos do mesmo sentimento que eu, encaravam um dia acinzentado e abafado na Região Metropolitana de Porto Alegre. Cidadãos comuns dentro do trem se mostravam um pouco surpresos com a quantidade de gremistas que ali se encontravam. O trajeto seguiu tranquilo, e desembarquei acompanhado de dezenas de outros torcedores na Estação Aeroporto. Dali me dirigi ao Aeromovel, que pude utilizar pela primeira vez: um percurso de três minutos naquela que, suponho eu, tenha sido a primeira vez que o vagão viajou praticamente cheio.  Desci no Terminal 1 – para quem não sabe, o “novo” aeroporto – acompanhado de outros torcedores e nos encaminhamos para o local aonde fomos informados que desembarcaria Cristian Rodriguez, o pátio do antigo aeroporto, o Terminal 2. Ali já percebi que seria um momento especial.

Quem conhece a história do Grêmio sabe que o desembarque do antigo aeroporto Salgado Filho é palco de grandes momentos da história do clube. Ali desembarcaram equipes históricas do Grêmio com recepções marcantes da torcida: o bicampeonato da América de 1995, a Copa do Brasil de 1997, a Recopa de 96 e até mesmo a derrota honrosa do Mundial de 95, contra o Ajax. Foram todos momentos especiais de sinergia clube e torcida que ali aconteceram. Hoje não seria diferente.

Voltando ao relato. Eram 9h50 quando cheguei ao antigo Aeroporto Salgado Filho. Ainda era cedo e havia pouco mais de 80 gremistas concentrados nos arredores. Adentrei as dependências do terminal e, o sentimento tricolor era tão grande, que até a Paleteria 1903 tinha fluxo intenso de pessoas (!). A manhã realmente seria tricolor no aeroporto.

O tempo foi passando e tive o privilégio de assistir a mais uma demonstração de força da torcida do Grêmio. Eram 10h30 de uma terça-feira e chovia em Porto Alegre. Ainda assim, uma infinidade azul tomava o pátio do estacionamento. Havia faixas, ‘trapos’, bumbos e maciça presença da geral do Grêmio, que entoava cânticos de amor ao clube e contagiava a todos que ali estavam. O clima de festividade já estava pronto para a chegada do jogador. A essa hora já eram algumas centenas as  pessoas que aguardavam.

Às 10h50, finalmente o momento esperado. ‘Cebolla’ veio até o portão de desembarque em uma van e, cordialmente, desceu do veículo para atender aos torcedores. No lugar de um protocolar aceno, Cristian Rodriguez escolheu ir para o meio da torcida do Grêmio. Desceu com a bandeira histórica do Grêmio, cumprimentou torcedores, vestiu camiseta e chapéu da torcida e se contagiou pelo momento. Foi ovacionado: prontamente os bumbos da geral puxavam o cântico ‘Cebolla é tricolor’, entoado por todos os presentes.  Esbanjou simpatia. Permaneceu junto aos tricolores por alguns momentos e então retornou ao veículo que o levaria ao CT Luiz Carvalho e à Arena do Grêmio.

 A despeito dos problemas contratuais conhecidos – Cristian Rodriguez assinou com o Grêmio por apenas três meses, dentro dos quais alguns amistosos poderão ser disputados pela Seleção Uruguaia -, a torcida buscou o lado otimista. O Grêmio voltou a ter um grande nome, de currículo internacional e conhecida qualidade técnica. Depois dos maus resultados do início do ano e as más impressões deixadas pela equipe, alegra o coração gremista saber que um jogador desse nível vestirá as cores do clube. Mais uma vez os tricolores abraçaram o Grêmio. A torcida mostrou que joga e sempre jogará junto. Chega Cristian Rodriguez, e esperamos que seja por um longo e vitorioso tempo.

  • Victor Roberto dos Reis é estudante, gremista e frequentador da geral do Grêmio

Discussão

2 comentários sobre “A chegada de Cristian Rodriguez na visão de um torcedor

  1. “Mais uma vez os tricolores abraçaram o Grêmio.A torcida mostrou que joga e sempre jogará junto.” Isso é o Grêmio,sua gente buscando superar dificuldades com esperança. Com conhecimento dos fatos, alerta, mas cheia de amor pelo tricolor. Dale Grêmio, SEMPRE.

    Curtir

    Publicado por Madame Li Li | 11 de março de 2015, 12:10
  2. Mais uma vez a torcida foi enganada por aqueles que conduzem os destinos do clube.O Grêmio apequenado.Difícil momento.

    Curtir

    Publicado por Madame Lili | 9 de maio de 2015, 11:15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Estatísticas do blog

  • 4.722.782 visitas
%d blogueiros gostam disto: