Anúncios
Ciências Humanas

O aparato, por Otto Maria Carpeaux

carpeaux

“O aparato deseja que o sirvam. Para o serviço, não precisa de homens geniais, de homens bons. Melhor o serve a mediocridade capaz; não é preciso talento, mas destreza para conseguir um posto proveitoso no aparato. Diligência mediana e decência mediana já são coisa extraordinária. Para que mais? Afinal,não somos todos senão engrenagens nessa máquina gigantesca, nesse rolo compressor, nesse aparato que não nos serve, que nós aliás servimos, que autônomo se fez, que sem compaixão nos pisoteia para fora e nos deixa inválidos à beira da estrada da vida? É assim que o aparato cultiva em nossa alma o sentimento de impotência”. 

Em “Caminhos para Roma”,  tradução de Bruno Mori.

Escrito em 1934. Sim, isso mesmo: há oitenta e um anos.

Desde então, o aparato só cresceu e cada vez mais pessoas estão dispostas a servi-lo.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

O nome é Yassmine, o sobrenome é... 😊😊 Falando um pouco sobre (contra o) marketing infantil durante o #IACL , evento incrível que ocorreu na Faculdade de Direito da #UFRGS. #workinprogress #watercolor 😊 🌞🌞 #skyline

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,279,022 visitas
%d blogueiros gostam disto: