Anúncios
Cinema, Seriados

Análise: Demolidor, o seriado produzido por Marvel e Netflix

Leia também:

Análise: MARVEL: Agents of S.H.I.E.L.D., “spinoff” de Os Vingadores

Análise: “Master of None”, série original da Netflix

Análise: Jessica Jones, mais uma produção entre Marvel e Netflix


demolidor

Com o desafio de superar a péssima impressão deixada por O Homem sem Medo, filme de 2003 estrelado por Ben Affleck, a Netflix lançou a série Demolidor, produção assinada pela própria empresa em parceria com a Marvel, histórica e tradicional editora norte-americana responsável pela criação de diversos super-heróis. O resultado foi positivo, como costumam ser as produções do serviço de streaming.

O Demolidor começa com a apresentação de como o protagonista perdeu sua visão ainda quando criança em uma cena bastante emblemática a respeito da personalidade de Matt Murdock: em um terrível acidente de veículos envolvendo produtos químicos perigosíssimos, Matt, ainda criança, se coloca entre a carga perigosa e um senhor idoso, salvando-o do acidente e sendo atingido pelo composto radioativo nos olhos. Logo de início se observa um personagem com senso de determinação e heroísmo, características que acabariam por moldar o futuro super-herói.

O seriado busca construir a imagem do Demolidor no decorrer da temporada, no lugar de uma construção cronológica e contínua, comum das produções cinematográficas, seja sob a forma que adquiriu suas habilidades de combate, seja em como optou por sua, digamos, irônica atuação: Matt é advogado criminalista.

MURDOCKADVOGADO

O advogado Matt Murdock: o herói é também estudioso criminalista

O principal antagonista da temporada é Wilson Fisk, com espetacular atuação de Vincent D’Onofrio no papel do “Rei do Crime”. Fisk lidera uma organização criminosa que chama a atenção do justiceiro Murdock, com confrontos éticos e morais latentes por toda a temporada.

fisk

Vincent D’Onofrio, em grande atuação como Wilson Fisk

Um dos fatos que mais chama a atenção na construção do protagonista é sua devoção ao catolicismo. Com cenas emblemáticas de Murdock dialogando com o pároco da igreja na qual é devoto, o Daredevil busca lidar incessantemente com seus anjos e demônios para que não se perca do caminho da batalha pela justiça que desde sempre advogou.

MURDOCKPADRE

Murdock, com suas lutas internas, busca apoio eclesiástico

Com escolha de ambientar o herói em um cenário fantasioso, mas factível, O Demolidor cativa do início ao fim, até mesmo quem não era entusiasta do personagem. O seriado está disponível no canal online Netflix, e já teve segunda temporada confirmada. Que a seqüência mantenha o mesmo nível: o seriado é bom e merece continuidade.

Análise de Demolidor, produção Marvel e Netflix / Resenha de Demolidor, produção Marvel e Netflix  / Crítica de Demolidor, produção Marvel e Netflix  / Review de Demolidor, produção Marvel e Netflix
Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Guerra das TVs por assinatura contra Netflix é guerra contra o consumidor | PERSPECTIVA ONLINE - 14 de agosto de 2015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

#watercolor #art #draw Brothers 💙 Greta é fã de "...E o vento levou" #gonewiththewind #cats #art 💙 Um processo (MUITO) demorado #oilpaint #art #arts #draw

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,312,683 visitas
%d blogueiros gostam disto: