Anúncios
Games, Videogames

Análise: testamos a retrocompatibilidade do Xbox 360 para Xbox One

Uma das principais novidades apresentadas pela Microsoft na E3 foi a retrocompatibilidade do Xbox 360 no Xbox One. O console agora permite que sejam jogados os títulos do videogame anterior da empresa no Xbox One. A notícia é ótima para quem investiu alto nos jogos do Xbox 360 e quer seguir desfrutando dos mesmos. Os jogos rodam como no Xbox 360, com melhorias por conta dos recursos do Xbox One, e também permitem que os modos multiplayer funcionem normalmente.

Não são todos os jogos do Xbox 360 que já estão disponíveis para a retrocompatibilidade desde o inicio. A Microsoft liberou uma lista dos primeiros jogos prontos para os serviço, que podem ser conferidos aqui.

A primeira lista de jogos não chama muito atenção ainda. São, em maior parte, games da primeira leva do Xbox 360 (como Kameo, Viva Piñata e Perfect Dark) e jogos do bem sucedido serviço Xbox Live Arcade, que permite lançamentos com menor desenvolvimento e que facilitem a produção de empresas pequenas e independentes. Chama a atenção o fato que, dos primeiros 21 jogos da lista, 8 são da Rare, a velha Rare que tanto sucesso fez no Nintendo 64.

A retrocompatibilidade funciona da seguinte forma: se o usuário é detentor do jogo em mídia digital e ele já está disponível na lista dos jogos retrocompatíveis fornecida pela Microsoft, aparecerá como sugestão de download no aplicativo “Meus games e apps” do console. Caso o jogo seja em mídia física, deve ser inserido o disco no console e o Xbox One mostrará a sugestão de download do mesmo para o HD do videogame. Ou seja: os jogos retrocompatíveis são, obrigatoriamente, instalados no Xbox One.

Uma vez feito o download, o videogame inicia carregando os dados do usuário advindos do Xbox 360. Esse é um lado bastante positivo: tanto o visual da dash (o painel inicial do videogame) quanto suas funcionalidades são acessáveis para o usuário que estiver no Xbox One. A experiência é realmente de estar jogando um jogo no Xbox 360. Apertando simultaneamente os botões Menu e View (os descendentes diretos dos antigos Start e Select no controle do Xbox One) é aberto o menu do painel Xbox 360, possibilitando olhar as conquistas, convidar e participar de grupos e alterar preferências tal qual era possível no antigo videogame.

11650840_882426435163500_558091054_n

A Guia Xbox é vista no mesmo visual em que era apresentada no Xbox 360

A retrocompatibilidade faz uso de benefícios que o Xbox One trouxe, como capturar fotos e vídeos durante as partidas. Os arquivos ficam na chamada “nuvem” do Xbox e são acessáveis de qualquer local.

Fiz o teste de retrocompatibilidade em Viva Piñata. Inseri meu disco do Xbox 360 no Xbox One e realizei o download. O jogo fica disponível como arquivo permanente no console e é rápido e fácil de acessar. Se o usuário adquiriu o jogo por mídia digital, basta iniciá-lo com o procedimento comum. Para os detentores da mídia física, é necessário fazer o download do jogo e manter o disco dentro do console.

O game se apresenta como um jogo regular de Xbox One, com a capa tomando a tela e sua inicialização logo em seqüência. No entanto, uma das funcionalidades que esperava não ocorreu: a retrocompatibilidade não buscou o arquivo salvo de progresso de meu jogo no Xbox 360. Não conferi ainda se isso não será possível de outra forma, mas com o procedimento básico de instalação não vem o save file do jogo retrocompatível.

A retrocompatibilidade não traz, ao menos em seu procedimento básico,  o arquivo de progresso salvo do Xbox 360

A retrocompatibilidade não traz, ao menos em seu procedimento básico, o arquivo de progresso salvo do Xbox 360

Visualmente o jogo roda na mesma configuração do Xbox 360. Não percebi nenhuma queda gráfica ou de desempenho e nem atraso na resposta dos comandos. Basicamente: tudo funciona como deveria funcionar.

Screenshot-Original (2)

Imagem diretamente do console: o desempenho do jogo é idêntico ao que era visto no Xbox 360

Nesta abordagem inicial verifica-se um ótimo trabalho feito pela Microsoft na retrocompatibilização do Xbox 360 para o Xbox One. O que se questiona ainda é a pequena quantidade de jogos lançados. Ausências como Halo: Reach, Gears of War 3 e a franquia Call of Duty nesta leva inicial chamaram atenção: será por dificuldade de adequação ou estratégia comercial? O mercado de remasterizações está mais forte do que nunca e é um filão muito explorado pela própria Microsoft, que já fez uso das franquias Halo, Fable e, agora, Gears of War como produtos dessa experiência. Não disponibilizar todos de uma só vez pode ser um indicativo de que a empresa fará uso destes jogos para lançar em lançamentos remasterizados no futuro.

Esta inovação é uma virtude para o Xbox One, que agora agregará a seu acervo diversos jogos passíveis de serem jogador e também um grande desafio para suas desenvolvedoras de games: caso os novos jogos lançados para o console não sejam sucessos de crítica e público, os gamers estarão a poucos passos de voltar para os antecessores que lhes cativavam. A competição comercial e o desafio técnico das empresas aumentará, e como acontece em toda lei de mercado, há na ponta da lança um grande beneficiado com essa concorrência por maior qualidade: o consumidor final. Uma conquista importante foi desbloqueada para os fãs de Xbox One.

Veja os dez jogos mais votados para entrarem na retrocompatibilidade na próxima atualização:

1. Red Dead Redemption: 59,186 votos
2. Call of Duty: Black Ops II: 56,276 votos
3. Skyrim: 54,014 votos
4. Call of Duty: Modern Warfare 2: 46,964 votos
5. Halo: Reach: 46,810 votos
6. Call of Duty: Black Ops: 39,234 votos
7. Gears of War 3: 38,638 votos
8. Fallout 3: 37,140 votos
9. Call of Duty 4: Modern Warfare: 34,672 votos
10. Mass Effect 3: 32,006 votos

Números da votação atualizados em 28/06/2015

Vote aqui: :https://xbox.uservoice.com/forums/298503-backwards-compatibility/filters/top

Anúncios

Discussão

Um comentário sobre “Análise: testamos a retrocompatibilidade do Xbox 360 para Xbox One

  1. Essa era a notícia queceu queria ouvir. Boa Microsoft… Acho que se encontrou denovo.!;

    Curtir

    Publicado por De Maicon | 27 de junho de 2015, 00:16

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

#watercolor #art #draw Brothers 💙 Greta é fã de "...E o vento levou" #gonewiththewind #cats #art 💙 Um processo (MUITO) demorado #oilpaint #art #arts #draw

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,312,374 visitas
%d blogueiros gostam disto: