Anúncios
Geral

5 anos de morosidade no bairro Humaitá, em Porto Alegre

Com obras de sua construção iniciadas em 2010, a Arena do Grêmio era a mola propulsora que faltava para auxiliar no desenvolvimento do Humaitá, uma das regiões mais pobres de Porto Alegre. Localizado na entrada da cidade, o bairro comemorou a chegada do novo estádio gremista: construído com o mais alto padrão, a Arena ajudaria a chamar para a região o desenvolvimento urbano que tanto era necessário para a melhoria do bairro. Eram previstas duplicações e asfaltamento de vias, pavimentações e drenagem. A história acabou por registrar dois fatos: em dois anos, o estádio de 60 mil lugares e padrão UEFA foi erguido; em 5 anos, os problemas urbanos permanecem os mesmos.

Quem se atreve a freqüentar a Arena do Grêmio é submetido a testes de perseverança e resistência. Já abordamos este tema aqui.  No dia 14 de julho a principal via de acesso ao estádio foi interditada por alagamento, em situação tão  inacreditável que até mesmo o twitter oficial do estádio se viu obrigado a avisar os torcedores das dificuldades que enfrentariam naquele local (veja a imagem abaixo). Ainda assim, mais de 17 mil pessoas foram ao estádio acompanhar a partida. Os governantes se aproveitam da capacidade de superação da população. Como que passados cinco anos do primeiro dia de obras do estádio o poder público não encontrou a solução para um problema social e urbano que atinge dezenas de milhares de moradores e frequentadores de uma região que implora por investimentos há décadas?

tter

O twitter oficial da Arena se viu na obrigação de alertar da impossibilidade de acessos pela principal avenida de ligação ao estádio

Além do desespero por nada ter sido qualificado nos serviços públicos por todo este período, há ainda a dúvida: de quem, afinal, seria a responsabilidade pelas obras na região? O impasse entre Prefeitura de Porto Alegre e a construtora OAS despertou a atenção do Ministério Público. Envolvida em meio a este oceano burocrático está a parte mais prejudicada da história: a sociedade civil, que dia após dia passa por apuros ao transitar pela região.

Já se passam cinco anos desde o lançamento da pedra fundamental da Arena do Grêmio. Meia década em que a prometida transformação da região ficou pelo caminho, sem que o poder público solucionasse problemas que melhorariam a qualidade de vida dos moradores e freqüentadores da região. O passado e o presente do Humaitá revelam carência, e o futuro carrega a incógnita. É preciso mobilização.

Veja imagens da região registradas por internautas no dia de ontem:


acessos

acessos2

acessos3

acessos4

Anúncios

Discussão

3 comentários sobre “5 anos de morosidade no bairro Humaitá, em Porto Alegre

  1. A mais pura verdade. Descaso para com a sociedade, refletindo o mais nítido contraste entre a burocracia governamental pública e o interesse privado. #ACORDAHUMAITÁ!!!!

    Curtir

    Publicado por Jacinto Inaguas Fortes | 21 de julho de 2015, 17:01

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Administração Pública de Porto Alegre expõe Grêmio ao ridículo | PERSPECTIVA ONLINE - 22 de setembro de 2015

  2. Pingback: Média de público do Grêmio mostra números parecidos com os do Olímpico | PERSPECTIVA ONLINE - 1 de dezembro de 2015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

Greta é fã de "...E o vento levou" #gonewiththewind #cats #art 💙 Um processo (MUITO) demorado #oilpaint #art #arts #draw Antes e depois de pintar. #watercolor #art 💙💙💙 #cats

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,303,237 visitas
%d blogueiros gostam disto: