Anúncios
Ecologia, Esportes

Quando a arrogância é proporcional à incompetência

Cartão postal do Rio de Janeiro, a Baía de Guanabara enche os olhos nas imagens aéreas e assusta a quem chega perto. Um dos símbolos da beleza natural do Rio de Janeiro, a baía é um dos retratos mais fortes de uma das músicas que simbolizam a cidade e o Estado: abençoado por Deus e bonito por natureza, mas depredado pela ação humana. O visual do local em algumas de suas margens é aterrador. Acúmulos de lixo e manchas de óleo e esgoto castigam uma das paisagens cariocas mais tradicionais.

Um local, múltiplos cenários: a linda Baía de Guanabara, símbolo do Rio de Janeiro e da incompetência de seus administradores

Um local, múltiplos cenários: a linda Baía de Guanabara, símbolo do Rio de Janeiro e da incompetência de seus administradores

A capital carioca, sede dos Jogos Olímpicos de 2016, tinha como uma de suas principais metas a ambiciosa despoluição das águas da baía. O número anunciado pelo então candidato Sérgio Cabral era audacioso: 80% das águas estariam limpas e despoluídas até a realização dos jogos, em um trabalho conjunto do INEA (Instituto Estadual do Ambiente) e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Rio de Janeiro. A limpeza do local já se tornou um mito do Estado do Rio de Janeiro. Há 20 anos diferentes governantes já anunciaram projetos para o local, e o Estado já gastou mais de 10 bilhões de reais sem apresentar nenhuma solução para o problema.

O projeto de Sérgio Cabral não prosperou. Às vésperas da realização de um dos maiores eventos esportivos da história do país, as águas da Baía de Guanabara, que receberão provas aquáticas, estão mais sujas do que nunca. Em estudo realizado pela conceituada Universidade Feevale, de Novo Hamburgo, foi constatada presença de vírus e bactérias altamente danosas ao corpo humano em vários locais de coleta, com “quantidade gigantesca de matéria fecal” que podem sugerir a presença de cólera, disenteria, hepatite A e febre tifoide. O INEA, mesmo instituto que auxiliaria a coordenação da despoluição do local segundo o projeto político de Sérgio Cabral, questionou a metodologia empregada pela Universidade, alegando “que monitora há 37 anos a qualidade das águas de praias e lagoas do Rio de Janeiro”, e garantindo “a qualidade da água em todos os pontos das raias olímpicas, com exceção da Marina da Glória.”

O maior assombro ocorreu quando Sidney Levy, diretor de organização dos Jogos do Rio-2016, foi convidado a responder sobre a pesquisa da universidade gaúcha. Disse Levy: – “Em quem você confiaria mais? Na universidade do Interior do Rio Grande do Sul ou no Inea? Nós confiamos no Inea.”

A arrogância do organizador ao tentar desqualificar o instituto gaúcho de pesquisas exaltando o órgão governamental carioca, que junto de Sérgio Cabral atestou a resolução fracassada da meta de 80% de despoluição das águas, reflete um dos motivos pelo qual a Baía de Guanabara agoniza há tantos tempos em uma cidade rica e turística como o Rio de Janeiro. No lugar de ajudar a buscar soluções e buscar alternativas, Levy escolheu colocar de maneira equivalente a incompetência administrativa que fez as águas chegarem aos índices de poluição conhecidos com a arrogância em tentar desqualificar a equipe de pesquisa da Feevale como uma universidadezinha provinciana e sem credibilidade alguma. A tática diversionista, no entanto, não esconde a realidade. Faltando menos de um ano para realização da Olimpíada do Rio de Janeiro, a Baía de Guanabara exibe o que há de melhor e pior no país: a beleza natural com péssimos dirigentes políticos.

Anúncios

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Aedes Aegypti e os riscos à saúde e aos Jogos Olímpicos | PERSPECTIVA ONLINE - 5 de fevereiro de 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

💙 Um processo (MUITO) demorado #oilpaint #art #arts #draw Antes e depois de pintar. #watercolor #art 💙💙💙 #cats O nome é Yassmine, o sobrenome é...

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,286,785 visitas
%d blogueiros gostam disto: