Anúncios
Cinema

Análise: “Narcos”, a série que conta a história de Pablo Escobar

Os primeiros sete minutos de Narcos, série exclusiva Netflix, dão ao espectador a tônica do que será apresentado: com uma narrativa que se inicia suave até o choque da intensa violência que assolou o país, Narcos apresenta a história do maior traficante da história colombiana desde sua apresentação ao comércio ilegal de drogas até sua ascensão como “El Patrón del Mal”. Wagner Moura interpreta o temido “Robin Hood del paisa”, e a despeito de críticas a respeito da qualidade de seu espanhol, convence e agrada ao incorporar a personalidade de Escobar.

narcos1

Pablo e Gustavo: “Somos bandidos”

Pablo Emilio Escobar Gaviria começa a série como um já poderoso criminoso na Colômbia, e o seriado faz questão de deixar isto bem claro logo em suas primeiras cenas. Escobar inicia sua aparição em Narcos corrompendo toda uma equipe policial que lhe aborda ao cruzar o país com produtos contrabandeados. Logo em seguida, adentra um bar e, com a naturalidade de quem detém o poder absoluto, ordena ao artista que se apresenta no palco que toque novamente a canção que recém havia apresentado. “Plata o plomo”, “dinheiro para propina ou chumbo”, é o discurso de Pablo a toda força policial ou política que ouse desafiar ou interromper seu caminho rumo ao sucesso de seus negócios.

narcos2

A forma com que é contada a história em Narcos apresenta a marca de José Padilha, diretor dos dois primeiros episódios e produtor executivo da série. Com uma narrativa que lembra em alguns momentos a de Tropa de Elite, o agente da DEA Steve Murphy, que representa a força empreendida pelos Estados Unidos para capturar o traficante, se mostra como o protagonista de uma história que tem como centro das atenções as ações e decisões de Pablo Escobar.  Murphy é apresentado como um simples agente americano no início da série e tem sua personalidade e mentalidade modificada conforme a história se desenrola. Para capturar Escobar seria preciso mais do que as regras lhe permitiam.

narcos3

O detetive Murphy, da DEA: interesse dos Estados Unidos na captura de Escobar não é glamourizado

O seriado mistura com brilhantismo elementos de documentário com filmagens cinematográficas. Da narração de fatos históricos à interpretação dos personagens acerca dos acontecimentos, há demonstração de imagens da época vista pelos personagens da série. É isto que mais choca em Narcos: seu realismo e sua fidelidade a respeito de fatos reais ocorridos no auge do Cartel de Medellín surpreendem até mesmo o espectador que viveu o período de horror em que Pablo Escobar dominou o cenário mundial. “Pablo faturava mais de US$ 60 milhões por dia. Era maior que a General Motors.” diz Murphy em determinado momentoA vida de luxo, poder e terror de um dos mais temidos criminosos de todos os tempos é contada em Narcos, série exclusiva Netflix.

Análise de “Narcos”, a série que conta a história de Pablo Escobar / Resenha de “Narcos”, a série que conta a história de Pablo Escobar / Crítica de “Narcos”, a série que conta a história de Pablo Escobar / Review de “Narcos”, a série que conta a história de Pablo Escobar
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

Work in progress #oilpaint #gremio 🏆🏆🏆🎈🎈🎈🇪🇪🇪🇪🇪🇪🇧🇼🇧🇼🇧🇼💙💙💙 💙 #Runners Sunny #art #draw

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,336,733 visitas
%d blogueiros gostam disto: