Mundo

Macri e Dilma: o início de uma boa relação?

mauricio_macri

A vitória de Maurício Macri nas eleições para presidente da Argentina gerará uma série de expectativas mais ou menos razoáveis, como acontece com todo político eleito. Uma delas, que está sendo repetida com frequência, é diz respeito ao redirecionamento da política externa argentina a partir do dia 10 de dezembro, quando o empresário porteño assume a chefia do Executivo do país. O discurso antiamericano e as simpatias pela Rússia e pela Venezuela serão substituídas pelo pragmatismo: isto significa, na prática, uma aproximação com o mundo anglo-saxônico e a Europa continental, velhos aliados da Argentina. Além, é claro, de um afastamento estratégico dos países latinoamericanos.

Diante disto, cumpre perguntar como o Brasil se insere neste contexto. A muitos poderá surpreender que Macri – que quer a exclusão da Venezuela do Mercosul e que já fez comentários xenofóbicos contra imigrantes bolivianos e paraguaios em seu país – quer ser, antes de tudo, um amigo do Brasil. Mais: nosso país será o primeiro em que ele irá visitar após assumir, possivelmente ainda neste ano. A prioridade, segundo todos os analistas, será máxima.

Só se surpreenderá quem não acompanha a fundo as relações entre Brasil e Argentina durante os anos do kirchnerismo – em particular, durante os anos de Cristina no poder. Apesar dos abraços e sorrisos simpáticos de Dilma ao encontrar Cristina e vice-versa, aparecendo em fotos conjuntas como duas amigas de longa data, a verdade é que o grande aliado dos Kirchner no continente não foi o Brasil: foi a Venezuela de Hugo Chávez e de Maduro. Esta aliança terminará no próximo dia 10.

O discurso de Lula/Dilma e dos Kirchner, por mais sintonizado que parecesse, escondia várias escaramuças: em 2005, por exemplo, a Argentina votou contra a pretensão brasileira de assumir uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU. Nos anos posteriores, impôs várias barreiras aos produtos brasileiros e descumpriu contratos a torto e a direito – velha queixa das muitas empresas brasileiras que se instalaram no país vizinho nos últimos anos.

Macri sabe bem disso e já disse que, com ele, será diferente. Além de criar um clima muito mais favorável para o investidor brasileiro, quer retomar as negociações do Mercosul com a União Europeia, que os empresários brasileiros sempre defenderam e que governo Kirchner fez de tudo para travar.

E quanto ao governo brasileiro? Como se sabe, tanto Dilma como Lula apoiaram abertamente a Daniel Scioli, candidato do kirchnerismo à presidência. O que nem todos sabem é que Macri e Lula cultivaram uma excelente relação enquanto o argentino foi prefeito de Buenos Aires e Lula, presidente do Brasil. Macri também tem boas relações com Fernando Haddad, prefeito de São Paulo. Mais: seu partido, o PRO, tem um convênio de cooperação com o PSD de Gilberto Kassab, Ministro das Cidades de Dilma Rousseff.

Dilma que, aliás, já ligou para Macri cumprimentando-o e garantindo que estará na sua posse.

É seguro, diante de tudo isto, prever que a relação entre os dois governos não será de tensão – muito pelo contrário. Nem mesmo as questões envolvendo a Venezuela devem ser um problema: longe dos microfones, o governo brasileiro acha que Maduro já passou dos limites.

Como se tudo isso não bastasse, segundo informes portenhos, na festa de encerramento da campanha de Macri tocou música brasileira.

Sinal do que virá por aí?

 

 

Discussão

Um comentário sobre “Macri e Dilma: o início de uma boa relação?

  1. O cara tem “n” esqueletos no armário (caso das autopeças no Uruguai, privataria menemista, escutas clandestinas). Não é esse sopro de ar fresco que a imprensa daqui pinta.

    Os mercados adoraram, claro. Afinal, aquele rolo todo dos “fundos abutres” começa a pender para o lado deles.

    Curtir

    Publicado por Diogo Terra | 23 de novembro de 2015, 15:35

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Apoio

http://www.rainhadasnoivas.com.br/

Curta o Perspectiva no Facebook

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

8 anos se passaram desde que essa coisinha foi resgatada ❤ #blackcat Feliz aniversário. Eu amo amo amo (10000x) você. 💙 Fonte: Book felino 2017. #cats Feliz aniversário para o meu parceiro nos esportes. Te amo, pai. 💙  #newyeareve #newyear2017 De volta pra casa #borges #jorgeluisborges

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,210,293 visitas
%d blogueiros gostam disto: