Anúncios
Cinema, Seriados

Análise: Jessica Jones, mais uma produção entre Marvel e Netflix

confira-cartaz-com-jessica-jones

Mais um fruto da parceria entre Marvel e Netflix, Jessica Jones expande o universo cartunesco para os seriados com uma temática adulta e expressiva um tanto parecida com a vista em Daredevil, também lançada este ano. Assim como o que foi visto no mundo de Demolidor, o bairro de Hell’s Kitchen é o palco principal da produção – o bairro, quando criado o personagem do Demolidor, era sinônimo de uma Nova York pobre e degradada.

Degradada é também Jessica Jones, a protagonista da série. Jessica é dotada de habilidades especiais que lhe conferem capacidades físicas impressionantes e vive em um apartamento absolutamente impróprio para as melhores condições sanitárias. Jones é uma detetive particular que vive, basicamente, dos contratos para investigar possíveis infidelidades conjugais. A origem da personagem é um mistério, e a narrativa a explora de maneira interessante. Episódio por episódio são contadas reminiscências da vida da protagonista, que vão se encaixando como um quebra-cabeças em seu cenário atual.

more-photos-of-jessica-jones-luke-cage-and-purple-man-on-the-set-of-a-k-a-jessica-jone-357524

No primeiro episódio Jessica é contratada por pais desesperados com o desaparecimento de sua filha, uma aluna premiada e com expectativa de um futuro brilhante no esporte. Os vestígios que levam à localização da filha revelam uma parte obscura e dramática do passado de Jessica: o “sequestrador” conduz Jessica a percorrer caminhos que a fazem lembrar de traumas e horrores vividos. Mas quem é este sequestrador? Por que ele causa tanto medo em uma personagem com capacidades físicas inigualáveis? O terror psicológico pauta a série até a apresentação do tão temido vilão. Esqueça a cartunização ou a apresentação estereotipada de um antagonista de uma história em quadrinhos – Kilgrave, o adversário, é um britânico elegante e aparentemente inofensivo, não fosse um pequeno detalhe: sua habilidade de persuasão mental impõe, a todos que o cercam, a obediência às suas ordens. Dentro deste contexto se insere a história de Jessica e a história do seriado. A protagonista já foi subjugada mentalmente por Kilgrave e seu passado ainda a assombra.

Hope – esperança, em inglês – é o nome da personagem capturada por Kilgrave e o grande fator motivacional para que Jessica derrote seu antigo “dominador” e salve a jovem. Não perder Hope é não perder a esperança, para Jessica.

maxresdefault

Jessica Jones é um seriado mais cru do que o usual nas produções com temáticas de super-heróis. Apesar de se passar em um ambiente aonde a “Guerra de Nova York” é citada como um acontecimento legítimo (a batalha vista no filme “Os Vingadores”), a série busca situar o espectador em um ambiente fantasioso, mas real: Jessica não exibe suas habilidades de maneira tão ostensiva e cenas de violência chocam em alguns momentos. Até a temática sexual, evitada em quase todas as filmagens sobre heróis, serve como pano de fundo para o seriado com algumas cenas tórridas. Não é, definitivamente, uma produção para o público infantil: do terror psicológico à exposição do corpo, Jessica Jones tem claro objetivo de atrair os adultos para assistirem a uma história de suspense e tensão. Jessica Jones é ótima escolha e está disponível para os assinantes Netflix com toda sua primeira temporada.

 

 

Análise: Jessica Jones, mais uma produção entre Marvel e Netflix / Resenha de Jessica Jones, mais uma produção entre Marvel e Netflix / Crítica de Jessica Jones, mais uma produção entre Marvel e Netflix  / Review de Jessica Jones, mais uma produção entre Marvel e Netflix

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

😊😊 Essa aquarela foi finalizada neste final de semana, mas sempre acho interessante lembrar dos momentos em que a tinta estava secando :) #watercolor #aquarela #gaucho #arts #art 💙💙💙 #sunset #nofilter #TBT 💙 Finalizado #arts #art # #watercolor

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,268,827 visitas
%d blogueiros gostam disto: