Anúncios
Agenda cultural, Arte, Cinema, Cultura, Literatura

A influência do Pato Donald no filme “A Origem”

capadonald

O filme “A Origem” (em inglês, Inception), de Christopher Nolan e estrelado por Leonardo Di Caprio, foi lançado em 2010 e causou comoção no cinema mundial. Seu roteiro inovador abordando o subconsciente humano nos sonhos abriu espaço para diversas discussões a respeito do quão profundo a mente pode ir nos momentos de repouso. O filme é intrigante. As cenas iniciais mostram o personagem de Leonardo Di Caprio em um ambiente hostil procurando o segredo de um cofre para poder roubá-lo. Não haveria nada de tão original nesta história, não fosse uma peculiaridade: Di Caprio, por meio de uma tecnologia desenvolvida, está dentro dos sonhos do dono do cofre para que possa descobrir o código de acesso da caixa secreta sem um embate físico na realidade. Ou seja, há uma invasão ao subconsciente humano – e é por meio desta temática que o longa-metragem se desenvolve.

Questionado a respeito da inspiração para seu roteiro, Nolan afirmou ter sido fruto de um trabalho que escreveu ao longo de quase dez anos, sem saber definir precisamente a origem da idéia que move o filme. A temática do filme é tratada como genial e uma legião de fãs debate até hoje a respeito dos temas e teses da produção – em especial, em relação ao seu final.

Há, no entanto, uma discussão a respeito da criação do roteiro do filme: em 2002, 8 anos antes do lançamento de “A Origem”, foi lançada nos Estados Unidos a história em quadrinhos “The Dream of a Lifetime” por parte da Disney e criada por Don Rosa, o grande sucessor de Carl Barks nas publicações do Pato Donald, Tio Patinhas e todo universo de Patópolis. A história narrada em “The Dream of a Lifetime” é a seguinte: Os Irmãos Metralha, munidos de um equipamento que os permite invadir os sonhos das pessoas, seqüestram o Tio Patinhas para que, dentro do subconsciente dele, possam descobrir o segredo do grande cofre da famosa Caixa-Forte. “O velho avarento está sempre pensando em seu dinheiro”, dizem os criminosos da raça Beagle em determinado momento.

xyhNj

Uma das primeiras páginas da história “The Dream Of a Lifetime”

As semelhanças não param por aí. No filme, a maneira encontrada pelos invasores de sonhos para saírem do subconsciente alheio é chamada de “O chute”. A pessoa que está sonhando recebe um estímulo físico para o corpo receber a sensação de que está caindo e acordar naturalmente. “A sensação de queda sempre faz o corpo acordar”,  é dito em determinado momento da produção. Na história em quadrinhos, acontece a mesma coisa. Quando Donald acorda de maneira abrupta, afirma ter caído. O Professor Pardal, clássico inventor e cientista das histórias, então responde: “Esta é a resposta. Quando você cai em um sonho, você sempre acorda”. 

DonaldDuckInception

A referência ao “chute”, de “A Origem” na história de Don Rosa

Um dos maiores perigos em invadir os sonhos mostrados no filme “A Origem” é o invasor cair na chamada zona de “limbo”. Este seria um local muito profundo da mente humana e que impediria a volta à realidade. Na zona de limbo, os conceitos de tempo, espaço e física humana são desprezíveis, sendo razoável a probabilidade da insanidade acometer a quem por lá permanecer. Na história Disney, o fato também é abordado. Se Tio Patinhas acordar antes dos invasores saírem de sua cabeça, as mentes deles ficarão lá para sempre – os Irmãos Metralha perderiam sua consciência na vida real e a confusão que causariam ao velho pato o enlouqueceria.

43404

donald-duck-3

As referências ao “limbo”, na história em quadrinhos

Questionado a respeito das semelhanças de seu filme com a história em quadrinhos de Don Rosa, Nolan desconversou: “venho trabalhando há anos neste roteiro, desde antes do lançamento da história. É apenas uma coincidência”. Os estúdios Warner, que produziram o filme, afirmam terem recebido a cópia do roteiro em 2001, um ano antes do lançamento de “A Origem”.  Don Rosa, criador da história em quadrinhos, nunca se manifestou a respeito. As semelhanças nas histórias são muito grandes e fica difícil acreditar ser apenas uma casualidade. Não seria a primeira vez que uma história Disney e do Pato Donald daria origem – com o perdão do trocadilho – a uma grande produção de sucesso: o ídolo roubado por Indiana Jones em “Os caçadores da arca perdida” é inspirado em uma história em quadrinhos criada por Carl Barks. Na ocasião, George Lucas e Steven Spielberg admitiram a referência. A criatividade e o rico mundo criado nas HQs Disney, originalmente concebidas para atrair o público infantil à leitura, são também fonte de inspiração ao cinema.

Anúncios

Discussão

3 comentários sobre “A influência do Pato Donald no filme “A Origem”

  1. Indiana Jones? Inspiração em um gibi da Disney? Surpreendente!

    Curtir

    Publicado por Flávio Leivas | 22 de janeiro de 2016, 14:53
  2. Republicou isso em REBLOGADOR.

    Curtir

    Publicado por AntimidiaBlog | 23 de janeiro de 2016, 08:16

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: A volta de Ducktales | PERSPECTIVA ONLINE - 9 de março de 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

Essa aquarela foi finalizada neste final de semana, mas sempre acho interessante lembrar dos momentos em que a tinta estava secando :) #watercolor #aquarela #gaucho #arts #art 💙💙💙 #sunset #nofilter #TBT 💙 Finalizado #arts #art # #watercolor #workinprogress #watercolor #wip #art #arts

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,267,809 visitas
%d blogueiros gostam disto: