Anúncios
Geral, Política

Fundação Astrojildo Pereira discute Mobilidade Urbana em Seminário

A Fundação Astrojildo Pereira (FAP) tem uma responsabilidade e tanto: fazer um trabalho à altura do nome que homenageia. Afinal de contas, trata-se de ninguém menos do que Astrojildo Pereira Duarte Silva, um dos maiores críticos literários brasileiros, especialista na obra de Machado de Assis – a quem chegou a conhecer pessoalmente – e fundador do Partido Comunista Brasileiro, do qual o PPS, responsável pela fundação, é descendente. Trata-se de um padrão mínimo que a FAP precisa seguir para que sua homenagem a “Jildo”, como era carinhosamente conhecido pelos amigos, seja plenamente válida. Homenageados geram responsabilidades.

12742652_960715980642605_4605190123547607065_n

Felizmente, com a realização do Seminário sobre Mobilidade Urbana, ocorrido em Curitiba neste dia 20 de fevereiro, a FAP reafirma que pode cumprir com esta responsabilidade. A sede paranaense foi escolhida por alguns simbolismos. A mobilidade urbana em Curitiba é há muitos anos um modelo de sistema de transporte que funciona, e realizar o seminário fora do grande eixo Rio-São Paulo-Minas também foi determinante: o PPS quer trazer as grandes discussões para o maior número de centros do país.

Representantes do partido de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Manaus, Acre, Paraná, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Pernambuco fizeram parte do Seminário. O evento apresentou idéias e alternativas para a mobilidade urbana do Brasil, que serão trabalhadas em um fórum de discussão nacional sobre o tema a realizar-se no próximo mês de março, em Vitória, no Espírito Santo.

O Seminário de Mobilidade Urbana recebeu explanações dos membros da reunião apresentando propostas, idéias, experiências de administrações e modelos de mobilidades que funcionaram em centros urbanos brasileiros. O foco das discussões foi refletir a respeito dos problemas que afetam o dia-a-dia da sociedade e como solucioná-los: a qualidade, os valores e a oferta de transportes públicos e modais de transportes alternativos.

Como disse Astrojildo Pereira, “É preciso sacudir pelas entranhas os cegos que não querem ver e os surdos que não querem ouvir. Entre outras razões, porque não queremos que o Brasil se transforme num país de mudos”. A relevância do tema impõe que as grandes entidades políticas brasileiras discutam e não se omitam em um momento de estrangulamento viário nos centros urbanos nacionais.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

Essa aquarela foi finalizada neste final de semana, mas sempre acho interessante lembrar dos momentos em que a tinta estava secando :) #watercolor #aquarela #gaucho #arts #art 💙💙💙 #sunset #nofilter #TBT 💙 Finalizado #arts #art # #watercolor #workinprogress #watercolor #wip #art #arts

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,267,807 visitas
%d blogueiros gostam disto: