Anúncios
Cinema, Seriados

Análise: o seriado “Marvel’s Agent Carter”

agent-cartermarvelabc

Criada para atender aos anseios dos fãs após o sucesso das aparições da personagem nos filmes do Capitão América e no curta-metragem lançado nos conteúdos extras de Homem de Ferro 3, o seriado Marvel’s Agent Carter conta um pouco da história de ‘Peggy’ Carter no pós-guerra lutando contra duas grandes adversidades: a dor pela morte presumida do Capitão América e o gigantesco sexismo presente na sociedade americana dos anos 40. Carter, que foi figura proeminente no combate ao nazismo, passa a exercer função subalterna na agência de inteligência secreta do Governo Norte-Americano, sendo alvo de desdém e comentários desairosos por parte de seus colegas.

Agent-carter-2

Com os horrores do período da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e o imenso contingente militar enviado pelos Estados Unidos à Europa – em sua maior parte, homens – as mulheres saíram do lar e passaram a desempenhar papéis maiores dentro da sociedade americana com mais autonomia, confiança e determinação. Com o conflito encerrado, os homens retornaram para uma América diferente, e Peggy Carter representa o perfil da “nova mulher” na sociedade: altiva, independente e segura.

Agent-Carter

A história principal se desenrola com a aparição de um personagem bastante querido pelos fãs do universo Marvel: Howard Stark, pai do “Homem de Ferro”, fundador do grupo Stark e principal fornecedor de armamentos e tecnologia dos Aliados na Segunda Guerra Mundial, é suspeito de ceder material bélico de alto poder destrutivo a inimigos dos Estados Unidos. Os investigadores da Strategic Scientific Reserve, precursora do que se tornaria a S.H.I.E.L.D., consideram Stark o alvo principal da investigação, e cabe a Carter lutar pela inocência de seu antigo companheiro de guerra.

Carter só consegue realizar as investigações escondidas de seu departamento por uma singela razão: o machismo de seus companheiros. Carter é vista como uma secretária de pouca serventia para a repartição, invisível a seus companheiros a não ser por sua beleza. A agente passa incólume mesmo realizando atividades praticamente debaixo dos olhos de seus colegas – simbólico da atuação e posição da mulher.

HAYLEY ATWELL

Com visual de época, estabelecendo ligações e enriquecendo outras produções do Universo Marvel, “Agent Carter” agrada e dá espaço a uma personagem que era prevista para ser apenas coadjuvante no universo da Marvel. A aparição de “Peggy” só ocorreu pelo apelo de fãs, que viram na personagem potencial e carisma para ter seu próprio protagonismo – e o mesmo ocorreu para a renovação do seriado, que teve duas temporadas a pedido dos telespectadores e já cogita-se a terceira. No filme, no curta-metragem ou estrelando sua própria série, Margaret Carter garante seu espaço no mundo da fantasia e no coração dos fãs.

 

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

http://www.rainhadasnoivas.com.br/

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

#workinprogress #watercolor Uma brincadeira #watercolor Rabiscos #sketch #draw #wip #watercolor #art #workinprogress #Sketch #draw #art Uns riscos. #skech #quicksketch

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,244,069 visitas
%d blogueiros gostam disto: