Anúncios
Esportes

O histórico 2 de maio da Premier League

Leicester-City

O histórico 2 de maio do futebol inglês reservou para o futebol uma das histórias mais improváveis do esporte. O pequeno Leicester City se tornou campeão inglês pela primeira vez em uma Premier League recheada de craques, dinheiro e grandes equipes. O roteiro do título é de cinema: na temporada passada, o Leicester escapou do rebaixamento nas rodadas finais. No começo do ano, o time tinha a terceira folha de pagamento mais baixa de toda a Premier League 2016, superior apenas às das equipes que subiram da segunda divisão no ano anterior. Os investimentos na equipe foram pontuais e criteriosos. Apesar do dono da equipe ser um bilionário tailandês, os jogadores contratados para a temporada vieram sob um olhar técnico e nada midiático do treinador Claudio Ranieri:os maiores destaques do time, Jaime Vardy (artilheiro do campeonato) e Ryad Mahrez, foram contratados por valores considerados irrisórios para os padrões europeus – o meia argelino foi adquirido por 500 mil euros, e o atacante inglês por € 1,3 milhão. Hoje, juntos, estão avaliados em quase 100 milhões de euros. O Manchester City gastou só no belga Kevin De Bruyne na última janela de verão européia o equivalente a 75 milhões de euros.

O sistema de jogo da equipe não é inovador e nem surpreendente. Claudio Ranieri armou uma equipe com marcação forte e com contra-ataque mortal. Esqueça o tiki-taka, o 4-3-3 renascido ou a posse de bola arrebatadora: o Leicester jogou um futebol simples e extremamente eficaz, comandado pela temporada extraordinária de jogadores com Mahrez, Vardy e Kanté.

Só um ponto do inesquecível título inglês dos Foxes deixou a desejar. A tão elogiada organização da Premier League reservou a partida entre Chelsea x Tottenham para a segunda-feira, enquanto o Leicester jogou e empatou no domingo contra o Manchester United. Como o resultado em Old Trafford não foi suficiente para garantir o título de maneira antecipada, a comemoração ficou para o dia posterior e envolveu uma partida que o possível campeão não estava diretamente envolvido. A FA deveria ter colocado as duas partidas em mesmo horário. A comemoração de título, que poderia ter sido dentro das quatro linhas e junto do torcedor, foi feita em vídeo-câmera transmitida pelo Facebook no perfil do atacante Vardy em sua casa. O jogador recebeu os colegas de equipe para assistir ao jogo que decidiu o título e comemorou no conforto de seu lar – um prato cheio para os críticos do sistema de pontos corridos.

5184 (1)

Jamie-Vardys-house-party

5184

A lição que veio da Premier League nos indica qual o caminho para um campeonato equilibrado e emocionante. A divisão de receitas justa, estabelecendo um valor mínimo e um máximo para cada equipe e premiando quem tem melhor desempenho no campeonato anterior, permite que clubes menores planejem-se e organizem-se para atrair investidores e formar times competitivos. O modelo brasileiro, que pre-estabelece critérios de distribuição financeira para cada clube fomenta, cada vez mais, uma diferença entre os maiores e os menores. Um Leicester no Brasil, nos moldes atuais é praticamente impossível.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

#watercolor #art #draw Brothers 💙 Greta é fã de "...E o vento levou" #gonewiththewind #cats #art 💙 Um processo (MUITO) demorado #oilpaint #art #arts #draw

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,313,190 visitas
%d blogueiros gostam disto: