Anúncios
Agenda cultural, Música, Mundo pop

O 10 de maio de Bono Vox e uma interpretação dos significados de With or Without You

02cf84e6d1cbc48534a737c68fa4c300

Em Dublin, no dia 10 de maio de 1960, nascia Paul David Hewson, nome pouco conhecido do público em geral mas que serviu de batismo a um dos grandes ícones da música mundial, Bono Vox, vocalista do U2 e ativista social humanitário. Nos braços de seus pais, Bono teve a primeira experiência com diferenças que podem fazer parte dos povos: seu pai era católico, e sua mãe, protestante, em uma República da Irlanda formada majoritariamente por fiéis do catolicismo romano. Em que pese na vizinha Irlanda do Norte conflitos e tensões tenham marcado a convivência entre a população, de casa Bono teve a politização de tolerância e convívio que viriam a pautar sua vida, o U2 e suas ações: seus pais decidiram, em harmônico consenso, que o primeiro filho seria batizado na Igreja Anglicana, e o segundo, na Igreja Católica. Paul – ou Bono – foi o segundo.

Leia também:

O que significou o fim dos Beatles para John Lennon – uma análise da música “God”

Creedence Clearwater Revival e a Guerra no Vietnã: uma interpretação de “Who’ll stop the rain?”

Se do berço Bono assistiu a lições de tolerância e convivência, sua infância e juventude foi marcada por episódios mundiais lamentáveis que acabaram por terminar de moldar o personagem que assistimos nos dias de hoje. Em 1972, um confronto na Irlanda do Norte entre o IRA (Irish Republican Army), grupo armado católico separatista , reuniu a população para manifestações – até onde se sabe, pacíficas – contra prisões arbitrárias de membros do grupo por parte do Governo e pela defesa de Direitos Civis. Após uma sucessão malfadada de acontecimentos, um confronto generalizado é formado e tiros são disparados em direção a pessoas que participavam, inocentemente, da manifestação: 13 morrem e muitos ficam feridos na noite de 30 de janeiro de 1972, o “Domingo Sangrento”.

Bloody_Sunday_900

suna

O horrível Domingo Sangrento

O começo da formação de músico veio pouco depois. Após a morte de sua mãe, em 1974, vitimada por um aneurisma cerebral, Bono passou a conviver com segmentos mais, digamos, radicais da sociedade: nas ruas de Dublin, viveu a rebeldia adolescente e passou a conviver nas margens do circuito musical. A primeira experiência de Bono com o microfone veio em uma banda de seus amigos. Conhecido pelo desafino e incapacidade de cantar, foi apelidado de “Bonavox”, nome de loja de produtos auditivos da cidade e cuja tradução junto ao latim signifique “Boa voz”. O irônico apelido gerou uma irônica situação: dali surgiria o nome que viria a ser conhecido um dos grandes vocalistas do rock mundial.

O envolvimento com o que viria a se tornar o U2 veio de forma inesperada. Atendendo ao apelo de um cartaz pendurado no prédio de sua escola em que um baterista convocava pessoas para criação de uma banda, Bono foi até o local e conheceu o autor do pedido: Larry Mullen Jr., baterista do U2. Outros dois rapazes atenderam ao chamado. Adam Clayton, baixista da banda e Dave Evans – que passaria a receber o apelido de The Edge.

mounto

A escola em que Bono estudou

Com a formação do grupo, veio a formação do U2. O lado crítico e sensível  de Bono teve espaço para crescer e mostrar todo seu brilhantismo. O terceiro disco lançado, “War” mostra a grande faceta do viés político da banda em Sunday Bloody Sunday, um hino contra as atrocidades do Domingo Sangrento vivido na Irlanda do Norte em 1972. A formação do caráter da banda e das músicas passa diretamente pela formação do caráter de Bono e dos demais integrantes. “How long must we sing this song? / How long / How long?” questiona Bono, em todos os shows feitos pelo U2 nas performances sempre emblemáticas de Sunday Bloody Sunday.

Seja pelo calor que dá às músicas, pela sensação de significado que saem das letras de suas composições ou pelo timbre de sua voz, Bono Vox transformou-se na virada do Século XX para o Século XXI o principal nome do rock ativista mundial.Notabilizou-se   após os atentados de 11 de Setembro de 2001 pela defesa da  paz, de  direitos humanos e de  adoção de políticas de sustentabilidade mundial. Foi do U2 o hino mundial adotado após os atentados em Nova York: “Walk On” (Caminhe, siga em frente), marcante composição do disco All That You Can’t Leave Behind. One” é outro exemplo de música que propaga o respeito, o amor e a tolerância. 

A influência da religião e dos valores a ela inerentes parecem ter pautado a vida e a mentalidade de Bono. Não raro, utiliza de passagens bíblicas para pregar por igualdade, respeito e tolerância entre povos. Em suas músicas, metáforas a religião também não são incomuns.

bono

“Coexista”, pede Bono durante a execução de Sunday Bloody Sunday

A boa voz de Bono, outrora questionada e ironizada  é hoje referência de qualidade e significado. Foi a voz que Joey Ramone escolheu para ouvir, uma última vez, em seu leito de morte – deitado solitário em seus últimos momentos de vida, o antigo líder dos Ramones colocou “In A Little While”, do U2, para tocar e repetir no aparelho de som ao lado de sua cama. Na voz de Bono e seu trecho de “In a little while, This hurt will hurt no more” (Daqui a pouco Esta ferida não vai mais doer), que Joey  encontrou conforto para despedir-se da vida sacrificada por um linfoma. E foi igualmente da mente de Bono que saíram os acordes para a composição de uma das mais belas músicas já lançadas pelo U2: With Or Without You, do disco The Joshua Tree, marcado por composições sensíveis e sociais com influência política e religiosa.

With or without you (Com ou sem você)

 See the stone set in your eyes (Vejo uma frieza em seus olhos)

See the thorn twist in your side (Vejo os espinhos retorcidos ao seu lado)

I wait for you (Eu espero por você)

A riqueza da música já é percebida na escolha das expressões na letra. “See the stone set in your eyes”, em um comentário metafórico para uma frieza no olhar: o “olhar petrificado”, da tradução literal, mostra uma distância na relação entre os dois, com um olhar frio e quase indiferente. A influência da fé no cristianismo de Bono Vox também não pode ser ignorada: a pedra nos olhos também não poderia  ser a que selou a tumba de Jesus? “See the thorn twist in your side” (Vejo os espinhos retorcidos ao seu lado) remete à coroa de espinhos dada a Jesus Cristo em sua crucificação, fazendo alusão ao sofrimento que a pessoa a quem a música se refere está passando. “I wait for you” (Eu espero por você) diz a letra: ainda assim, mesmo com todos os poréns, o autor quer persistir.

Sleight of hand and twist of fate (Truques de ilusão e reviravoltas do destino)

On a bed of nails she makes me wait (Em uma cama de pregos ela me faz esperar)

And I wait… without you (E eu espero…sem você)

Aqui há um momento de grande significado da música. With Or Without You é vista por muitos como uma possível canção religiosa criada por Bono, especialmente pela expressão “bed of nails (cama de pregos): seria uma referência à cruz de Jesus Cristo? O uso do pronome “she” na segunda linha desta estrofe, no entanto, dá a entender outro significado – o de uma canção romântica. E a leitura parece indicar esse caminho. Reviravoltas circunstanciais ao relacionamento entre os dois fazem com que o locutor sinta-se em uma situação intolerável de espera por uma decisão a respeito do que será decidido entre ambos. Novamente o uso de expressões metafóricas é adotado por Bono para conferir significado a música. “On a bed of nails she makes me wait” (Em uma cama de pregos ela me faz esperar) parece implicar que o momento de incógnita torna insuportável aguardar pelo que estaria por vir – uma tortura, que o obriga a ficar “without you” (sem você). Houve um distanciamento.

With or without you (Com ou sem você)

With or without you (Com ou sem você)

Um questionamento, um dilema, sem nenhuma conclusão. O que esperar diante deste distanciamento?

Through the storm we reach the shore (Atravessando a tempestade, chegamos na costa da praia)

You give it all but I want more (Você deu tudo de si, mas eu quero mais)

And I’m waiting for you (E estou esperando por você)

Neste trecho, a análise se torna mais simplificada. Passadas as turbulências iniciais, houve uma conciliação, mas que se provou insuficiente. O locutor reconhece a superação de obstáculos e que limites foram atingidos para a construção deste relacionamento, mas ainda não se dá por satisfeito, dizendo “You give it all but I want more” (Você deu tudo de si, mas eu quero mais). E sentencia: And I’m waiting for you (E estou esperando por você).

With or without you (Com ou sem você)

With or without you ohoo (Com ou sem você)

I can’t live (Não consigo viver)

With or without you (Com ou sem você)

Aqui a definição mais clara do sentido da música. Há um evidente sentimento e uma vontade de permanecer próximo, mas também começa a surgir o reconhecimento de que está se tornando impossível. “With or without you, I can’t live With or without you” (Com ou sem você, não consigo viver com ou sem você). A própria voz de Bono ao chegar ao refrão altera: no lugar do tom ameno, há um grito quase de desespero ao dizer que “Não consigo viver com ou sem você”. A proximidade não satisfaz todos os desejos, mas o afastamento é intolerável.

And you give yourself away

And you give yourself away

And you give

And you give

And you give yourself away

Surge uma intrigante parte da canção, que repete-se logo depois. “And you give yourself away” gera uma dupla interpretação de seu significado, e talvez seja esta a razão pela qual é cantada em dois momentos distintos: pode significar tanto “e você se entregou, cedeu, se doou” quanto “e você desistiu, se entregou no sentido de ‘admitir a derrota’, abandonou”. A primeira vez em que é cantada parece ter maior relação com o primeiro significado, indicando as tentativas e os esforços. Na segunda vez, a desistência.

My hands are tied (Minhas mãos estão atadas)

My body bruised, she’s got me with (Meu corpo está dolorido, ela me deixou com)

Nothing to win (Nada a ganhar)

and nothing left to lose (E nada mais a perder)

“Minhas mãos estão atadas”, diz o locutor: ele está sem ação e não sabe mais o que fazer. Parece um choque de realidade. Apesar dos esforços, e da dor expressa, ele se sente atônito. Percebe que não há mais nada a ganhar, que atingiram seus limites nos esforços – e se não há mais nada a ganhar, não resta mais nada a perder. É o momento de entregar-se e desistir, e por isso repete-se a seguir a espressão “Give yourself away”.

And you give yourself away

And you give yourself away

And you give

and you give

And you give yourself away

Há a distinção entre os dois significados explicitados anteriormentes. Agora, parece fazer mais sentido com a tese de que houve uma desistência. “And you give yourself away” (E você desistiu, admitiu a derrota): os esforços não foram suficientes.

With or without you (Com ou sem você)

With or without you (Com ou sem você)

I can’t live (Não consigo viver)

With or without you (Com ou sem você)

Repetindo a dificuldade de conviver “com ou sem você”, o locutor demonstra que, apesar de ser a única saída para o dilema, a solução adotada não o satisfez. Após a última frase ser repetida, a música baixa o tom. O silêncio do instrumental indica a conformidade e a necessidade de aceitação.

A beleza da música permite múltiplas interpretações. Há o viés espiritual, que permite ver a letra como a de alguém em crise de fé religiosa; há espaço para a discussão da alteração dos pronomes que Bono utiliza na música (she e you em seqüência) e seus significados. Seja como for, With Or Without You é uma obra de arte composta por uma das maiores bandas de todos os tempos.

Ouça a música aqui:

 

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

#watercolor #art #draw Brothers 💙 Greta é fã de "...E o vento levou" #gonewiththewind #cats #art 💙 Um processo (MUITO) demorado #oilpaint #art #arts #draw

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,313,190 visitas
%d blogueiros gostam disto: