Anúncios
Literatura

Oswald de Andrade e o “homem cordial”

Oswald de Andrade passou a segunda metade dos anos 40 dedicado ao estudo. O desligamento do Partido Comunista Brasileiro, ocorrido em 1945, e o desapontamento com os rumos do mundo pós-guerra levaram-no a rever posicionamentos: segundo o filósofo Benedito Nunes, Oswald esperava o “ocaso dos imperialismos, das ditaduras e da moral burguesa” – o que, como se sabe, não aconteceu. Ocupa-se, então,  das leituras, sobretudo em filosofia, encaminhando ideias que frutificarão na década seguinte.

Um dos primeiros frutos destes anos decisivos para Oswald está na comunicação “Um aspecto antropofágico da cultura brasileira: o homem cordial”, apresentada no Congresso Brasileiro de Filosofia em março de 1950. Ali estão presentes dois elementos fundamentais: primeiro, a retomada das ideias antropofágicas dos anos 20, que a aproximação com o marxismo havia eclipsado; segundo, a leitura de “Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Holanda – sobretudo o capítulo dedicado ao “homem cordial”.

Oswald sublinha a tendência do brasileiro a incorporar em si os sentimentos do outro. Esta tendência guarda proximidade com características do homem cordial delineado por Sérgio Buarque de Holanda em “Raízes do Brasil”. Cordial, de cors, coração em latim; é o homem movido pelas emoções e que tende a preferir a vida social, a comunhão, a “expansão para com os outros”, o “viver nos outros”. São os traços definidores do brasileiro – o homem cordial por excelência. O homem que “devora” – ritualisticamente – o seu semelhante.

Na leitura de Buarque, estes são traços problemáticos: o homem cordial seria resquício de um passado rural, arcaico e atrasado. A superação do atraso, com a urbanização e o desenvolvimento, sinalizará, também, a superação do homem cordial. Já Oswald vê nele a prefiguração de uma nova forma de ser e estar no mundo, onde a alteridade e a comunhão substituirão o individualismo do homem moderno.

Oswald desenvolverá este ponto de vista no ensaio“ A Crise da Filosofia Messiânica”,também de 1950, onde a decepção da década anterior dá lugar à releitura otimista e à esperança. As novas ideias frutificam: o homem cordial – emotivo, dado à comunhão, ao “viver nos outros” e à antropofagia ritual – não apenas subsistirá como será o modelo de um novo homem, de um novo mundo.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Apoio

http://www.rainhadasnoivas.com.br/

INSTAGRAM DA ARTISTA YASSMINE PITOL

#cansada #runners 🏃 Fê, hoje é o teu dia (eu sei que tu adora comemorar o teu aniversário!). Sigo a nossa tradição, que se mantém desde o início dessa amizade tão valiosa, te desejando, do fundo do meu coração, toda a felicidade do mundo! Sou muito feliz por ser amiga de alguém tão inspiradora, sensível e especial! Feliz aniversário, com muito amor ❤❤❤ (corações vermelhos em respeito ao teu dia!) Obs. Olha as fotos que eu achei hahaha ❤❤ @fernandatrama_ ⭕⚪⚫👍#arts #gremio Quase #arts #gremio Work in progress #draw #art #gremio #wip

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 2,254,162 visitas
%d blogueiros gostam disto: