Anúncios
Esportes

Os mascotes dos clubes da série A do Brasileirão

Os mascotes de clubes de futebol são quase tão antigos quanto o próprio futebol: há registros que, já nos anos 1880, os clubes ingleses eram representados por bichinhos e personagens que traziam alguma característica que lhes distingua – uma cor, um aspecto cultural ou da “personalidade” de seus torcedores. E assim tem sido desde então: os mascotes são a representação – em forma humana, animal ou qualquer outra – da alma de um clube. Sua escolha, no entanto, às vezes obedece critérios estranhos: um fato fortuito vivido pelo clube, uma pessoa em particular ligada a ele ou simplesmente uma brincadeira entre rivais.

A seguir, apresentamos uma lista dos mascotes dos clubes brasileiros da série A.

América (MG) – Coelho

COELHAOOOOO

 

O coelho do América Mineiro surgiu do trabalho do cartunista Mangabeira, criador dos mascotes dos principais clubes de Minas Gerais. Segundo o desenhista, o América era “um clube aceso, sempre pronto para o que desse e viesse. Ao mesmo tempo, era um clube delicado, de torcida fina. Um coelho, não é?”.

 

.

Atlético Mineiro – Galo

Resultado de imagem para mascote ATLÉTICO MINEIRO

Assim como seu conterrâneo alviverde, o Galo Mineiro surgiu das mãos do cartunista Mangabeira. A escolha se deu a partir da auto-imagem dos atleticanos como atletas que nunca desistem em campo; segundo o cartunista, “o Atlético sempre foi um time de raça. Mais parece um galo de briga, que nunca se entrega e luta até morrer!”. Numa época em que as rinhas de galo ainda eram uma diversão popular, a associação foi imediata.

 .

Atlético Paranaense – Cartola

 

O atual Cartola atleticano surgiu de uma escolha genuinamente popular: foi votado pela Internet em 2010. A vinculação do clube do Paraná com a elite paranaense – que ia de fraque e cartola para o estádio no começo do século XX – é o motivo da escolha. O Atlético-PR também é conhecido como Furacão – e, por essa razão, a eleição de 2010 consagrou o Furacãozinho como mascote infantil.

 

 

 

.

Bahia – Super-homem Tricolor

Resultado de imagem para mascote bahia

Conhecido como “Esquadrão de Aço”, o Bahia escolheu o Homem de Aço para representá-lo: o Super-Homem Tricolor foi desenhado em 1979 pelo cartunista Ziraldo e ganhou, em 2014, a sua companheira feminista, a Lindona do Bahêa, uma releitura da Mulher Maravilha.

 .

Botafogo – Manequinho

Manéquinho

Uma estátua de um menino nu em frente ao velho estádio de General Severiano virou mascote do Fogão de maneira curiosa: apelidada de “Manequinho” pelos cariocas, a estátua foi vestida com a camiseta do Botafogo após o clube vencer o Carioca de 1957. Desde então, após cada vitória do alvinegro carioca, os torcedores dirigem-se à frente da sede do clube e vestem o menininho, réplica do “Manneken Pis”,  estátua belga do século XVII.

 .

Ceará – Vovô

Resultado de imagem para mascote ceará

 

““Vamos, meus netinhos, vamos aprender bem para açoitar o Fortaleza. Mas respeitem o Vovô aqui”. Assim o dirigente do Ceará, Meton de Alencar Pinto, dirigia-se para os jogadores do América local que treinavam no estádio do Ceará – o mais antigo clube daquele Estado, fundado em 1914. O paternalismo do “Vovô” cearense virou mascote com o passar do tempo e, hoje, os torcedores do clube cantam em homenagem ao “Vozão”.

 .

Chapecoense – Índio condá

Resultado de imagem para mascote chapecoense

Antes da chegada dos europeus ao Oeste catarinense, a região era habitada pelos índios kaingang. Liderados pelo chefe Condá, os índios conseguiram, após anos de lutas, que o governo brasileiro reconhecesse suas terras e impedisse que os colonizadores as tomassem à força. A Chapecoense homenageia a garra do índio local, que ganhou ainda mais popularidade entre os torcedores após o trágico acidente sofrido pela equipe, em 2016.

.

Corinthians – Mosqueteiro

Imagem relacionada

Uma briga de cartolas levou o campeonato paulista de 1913 ser disputado apenas por 3 clubes: Americano, Germânia e Inter de Limeira – apelidados de “Três Mosqueteiros” pela imprensa da época. O então recém-fundado Corinthians entrou como a quarta equipe – o “Quarto mosqueteiro”, como o “Dartagnan” da história original de Alexandre Dumas.

 .

Cruzeiro – Raposa

Resultado de imagem para mascote  cruzeiro

Assim com os seus conterrâneos do América e Atlético, o mascote Cruzeiro saiu das mãos do cartunista mineiro Mangabeira. A raposa, animal típico dos planaltos mineiros, foi a escolhida para representar o clube das Alterosas – além de ser uma referência à astúcia do antigo presidente Mario Grosso, contemporâneo de Mangabeira, conhecido por “atravessar” contratações do rival Atlético.

 .

Flamengo – Urubu

Imagem relacionada

Estamos em 1969. É dia de Flamengo e Botafogo, então os dois melhores times do Rio de Janeiro. Como de costume, os torcedores do Fogão chamam os flamenguistas de “urubus” nas arquibancadas- uma referência explícita à grande presença de afro-descendentes entre os flamenguistas. Eis que, antes do jogo, um imenso urubu voa pelo campo com uma bandeira do Flamengo presa nas asas. Provocação botafoguense? Nada disso: um grupo de flamenguistas resolveu assumir o animal como mascote a partir daquele dia, como forma de esvaziar o insulto dos rivais. Resultado: o Flamengo venceu por 2 x 1 e o urubu virou o mascote oficial do clube.

 

.

Fluminense – Guerreirinho

Resultado de imagem para mascote  fluminense

 

Identificado com a classe alta carioca, o Fluminense tinha, até recentemente, o Cartola como seu mascote tradicional. O uso da expressão para designar pejorativamente os dirigentes de clubes fez o Tricolor carioca abrir votação para a escolha de um novo mascote. O vitorioso foi o Guerreirinho – um cavaleiro medieval envergando as cores do Fluminense.

.

Grêmio – Mosqueteiro

Resultado de imagem para mascote gremio

 

Criado em 1946 pelo chargista Pompeu, da “Folha da Tarde”, o mascote apareceu pela primeira vez em um desenho sobre o Campeonato Gaúcho de 1946, onde cada clube foi representado por um personagem a cortejar a moça Rosinha, que representava a taça. Uma das explicações para a escolha está na cor do uniforme dos mosqueteiros franceses, azul com frisos em preto e branco. O Grêmio logo adotou o personagem e, já em 1946, lançou a revista do clube, a “Mosqueteiro”.

 .

Internacional – Saci Pererê

Resultado de imagem para mascote inter

 

O mascote colorado é uma figura do folclore sul-brasileiro. A lenda do Saci-Pererê surgiu entre os índios guaranis, habitantes da região noroeste do Rio Grande do Sul, e conta a história de uma entidade de uma perna só, brincalhona e travessa, que se diverte aprontando para os humanos. O Internacional adotou o mascote nos anos 50 para representar sua origem popular e, assim como o rival Grêmio, escolheu-o para nomear a sua revista oficial: “O Sacy”, publicada a partir dos anos 1960.

 .

Palmeiras – Periquito e porco

palmei

 

O Palmeiras tem, oficialmente, dois mascotes: o primeiro é o Periquito,adotado já em 1917 pela torcida palmeirense, fazia referência à grande quantidade de periquitos que habitavam os bosques no entorno do estádio Palestra Itália. O segundo é o porco, que tem origem mais recente: surgiu no contexto da Segunda Guerra Mundial como termo pejorativo para designar os imigrantes italianos, fundadores do clube e vindos de um país inimigo do Brasil naquele momento. Durante muito tempo, foi considerado um apelido ofensivo pelos palmeirenses, até que, nos anos 80, as torcidas organizadas do clube o adotaram como mascote, neutralizando assim a ofensa xenófoba.

.

Paraná – gralha azul

 

O mascote do Paraná Clube faz referência direta ao Estado do Paraná: é a ave símbolo dos paranaenses. A gralha-azul voa pelo planalto paranaense e alimenta-se dos pinhões que caem das araucárias, árvore-símbolo do Paraná.

 .

Santos – Baleia

Resultado de imagem para MASCOTE santos

 

A origem do mascote do Santos é óbvia: sendo uma cidade portuária, a cidade de Santos é frequentemente visitada por esses imponentes mamíferos. O Santos FC adotou a baleia nos anos 40 e o mascote ganhou novas versões, como a dupla Baleião e Baleinha, que anima dos jogos da Vila Belmiro e é responsável por momentos engraçadíssimos. 

 

 

.

 

São Paulo – Santo Paulo

Resultado de imagem para MASCOTE "são paulo"

O mascote do São Paulo surgiu na década de 40, criado por um cartunista do jornal “Gazeta Esportiva”, de São Paulo, e representa o santo cristão original como um velhinho, pois teria morrido com 60 anos de idade. Chamado de “Santo Paulo” para não confundir com o nome do clube, o mascote é representado em todos os jogos do Tricolor pelo funcionário Severino Bianchi há mais de 15 anos.

 .

Sport Recife – Leão

Resultado de imagem para sport recife  mascoteO mascote do Sport Recife é um dos mais antigos do futebol brasileiro: foi adotado em 1919 após a disputa do troféu Leão do Norte, em Belém do Pará, então considerado um centro futebolístico muito mais desenvolvido do que Pernambuco. O adversário foi um combinado de Remo e Paysandu e o Sport, contra todas as expectativas, sagrou-se vencedor daquele torneio, levando para casa o troféu e o mascote.

.

Vasco da Gama – Bacalhau ou Almirante

Resultado de imagem para mascote  vascoResultado de imagem para mascote  vasco  bacalhau

Assim como o Palmeiras, o Vasco da Gama tem dois mascotes. O primeiro deles foi o Almirante, criado pelo cartunista argentino Lorenzo Molas, em homenagem ao navegador português que nomeia do clube. O segundo, o imigrante português Bacalhau, foi criado pelo cartunista Henfil nos anos 60, representando a comunidade lusitana do Rio de Janeiro, até hoje identificada com o clube.

.

Vitória – Leão

Resultado de imagem para mascote  vitória bahia

 

“Eu sou Leão da Barra, tradição / Eu sou vermelho e preto, eu sou paixão” – os versos do hino do Vitória da Bahia trazem consigo um dos mascotes mais antigos do futebol brasileirão, se não for o mais antigo: já em 1902, os torcedores do Vitória se autodenominavam “leoninos” em referência ao animal-símbolo do clube, representando a origem nobre dos fundadores, todos membros da elite soteropolitana.

Anúncios

Discussão

11 comentários sobre “Os mascotes dos clubes da série A do Brasileirão

  1. Ou seja, desde 1913 o Corinthians era a quarta força

    Curtir

    Publicado por Eduardo Dias Gouvea | 13 de fevereiro de 2018, 09:56

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Onde assistir ao jogo INTERNACIONAL X CRUZEIRO AO VIVO, TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  2. Pingback: Onde assistir ao jogo CHAPECOENSE X VASCO AO VIVO – TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  3. Pingback: Onde assistir ao jogo PALMEIRAS X CHAPECOENSE AO VIVO, TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  4. Pingback: Onde assistir ao jogo ATLÉTICO-MG X CORINTHIANS, AO VIVO – TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  5. Pingback: Onde assistir ao jogo PARANÁ X SPORT, AO VIVO – TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  6. Pingback: Onde assistir ao jogo BAHIA X ATLÉTICO-PR, AO VIVO – TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  7. Pingback: Onde assistir ao jogo CEARÁ X FLAMENGO, AO VIVO – TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  8. Pingback: Onde assistir ao jogo AMÉRICA-MG X VITÓRIA-BA, AO VIVO – TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  9. Pingback: Onde assistir ao jogo FLUMINENSE X SÃO PAULO, AO VIVO – TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

  10. Pingback: Onde assistir ao jogo BOTAFOGO X GRÊMIO, AO VIVO, TV e streaming – Campeonato Brasileiro 2018 | PERSPECTIVA ONLINE - 26 de abril de 2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios

Mais recentes

Estatísticas do blog

  • 4.364.329 visitas
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: